Tomada de decisão: o que avaliar

Tempo de leitura: 3 minutos

O empreendedor deve sempre estar preparado para fazer escolhas, que muitas vezes são cruciais e podem definir o futuro de sucesso de uma empresa. Mais do que isso: a tomada de decisão é sentida por todos os públicos que envolvem um empreendimento, desde seus investidores e fornecedores até seus funcionários e clientes.

Mas como lidar com decisões tão importantes e determinantes? Que pontos devem ser considerados? Quais análises tenho de fazer antes de realizar algo que pode mudar meu negócio para sempre?

Para ajudá-lo a se guiar em um momento de tantas dúvidas, veja abaixo alguns conceitos e conselhos a seguir em busca dos melhores resultados na administração de sua empresa.

Estude o cenário e preveja o futuro

A assertividade de uma tomada de decisão depende de uma coisa muito simples, porém ao mesmo tempo extremamente complicada: a previsão do futuro. Isso pode parecer impossível à primeira vista, mas veremos que, com um estudo do contexto geral e, principalmente, da história, a análise do que pode acontecer a partir de certa escolha fica bastante concreta e esclarecedora.

Para isso, coloque no papel: quem são os componentes do meu negócio e como cada um será atingido por cada decisão? O histórico de cada um e como nós os conhecemos indica que qual reação deve ser esperada? Avalie como cada concorrente, cliente, funcionário, parceiro e fornecedor deve se comportar. Essas informações lhe ajudarão a prever como cada escolha influenciará no posicionamento de sua empresa no mercado. Mas não pare por aí: aprofunde-se mais ainda e analise o contexto de cada público específico e de seus relacionados, para chegar a uma projeção cada vez mais precisa.

Quando mudar o planejamento?

Aqui vai um dos mais importantes pontos para uma administração consistente: se você tomou uma decisão difícil e sabe que vai passar por um período ruim até que os efeitos positivos de sua escolha comecem a ser sentidos, mantenha-se firme e prepare-se para aguentar a pressão. Neste tipo de situação, um bom controle emocional e uma boa assessoria de comunicação são imprescindíveis. A habilidade de se manter disciplinado e fiel a um planejamento embasado em fatos e bem traçado dentro das possibilidades faz a diferença para o sucesso empresarial.

Por outro lado, se algo acontecer que muda completamente o cenário, não tenha medo de reconsiderar algumas das decisões em prol do bem da empresa. Maleabilidade e agilidade para lidar com mudanças bruscas de situação também são algumas das características dos empreendimentos vencedores.

Em seu livro A Arte da Guerra, o estrategista Sun Tzu ensina que um bom administrador é aquele que conhece muito bem a si mesmo e a seus concorrentes, sendo capaz de tomar decisões difíceis em momentos difíceis mas ao mesmo tempo manter a confiança de seus superiores e subordinados. Através desta filosofia e de um trabalho pautado na análise e simulação de cenários, a tomada de decisões será feita com muito mais confiança e gerará resultados cada vez melhores.

E você, o que considera importante na hora de fazer escolhas e definir os rumos de seu empreendimento? Quer mais conselhos administrativos? Confira nosso guia sobre como montar seu Planejamento Estratégico.

 

Autor: Marcio Roberto Andrade

Controller na ContaAzul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *